LIMITE (1931) – A Fragilidade da Condição Humana

Ao conciliar uma abordagem alegórica com uma caracterização realista, LIMITE (1931) reflete sobre a fragilidade da condição humana.